Ligas de Bronze Alumínio Níquel

Ligas de Bronze-Alumínio-Níquel são muito apreciadas pelo alta força e resistência a corrosão ao ser comparada com outras ligas de bronze. São ligas com baixas taxas de corrosão no ar atmosférico e baixa reactividade com componentes sulfurosos. Também é resistente à corrosão da água do mar.

A resistência do Bronze Alumínio Níquel repousa no alumínio que compõe a liga, que reage com a atmosfera (oxigênio) formando uma fina e resistente camada de alumina (óxido de alumínio) que age como uma barreira de proteção em ligas ricas em cobre.

 

Outra propriedade notável para o Bronze-Alumínio-Níquel são os efeitos biostático. O cobre previne a colonização por organismos marinhos incluindo algas e, consequentemente, pode ser preferido em relação ao aço inoxidável ou a outras ligas não cuprosas em aplicações onde essa colonização não é desejável.
 

O Bronze-Alumínio-Níquel tende a ter a cor dourada.

 

Em termos gerais, os bronzes de níquel e alumínio podem ser classificados como ligas contendo de 6 a 13% de alumínio e até 7% de ferro e 7% de níquel. As ligas mais comuns normalmente contêm 3-6% de cada um desses dois elementos. Manganês até aproximadamente 1,5% também é adicionado, tanto como desoxidante quanto como elemento fortalecedor.

Aplicações

O Bronze-Alumínio-Níquel, BM 955, é muito usado em aplicações onde a sua resistência a corrosão o faz preferível frente a outros materiais. Estas aplicações incluem componentes em trens de pouso de aviões e componentes para motores e hélices de navios. O atrativo de sua tonalidade dourada também o habilita no uso em joalheria.

O Bronze Alumínio Níquel é demandado principalmente nas seguintes áreas industriais:

Equipamentos navais

  • Fornecimento de água

  • Industria petrolífera e petroquímica

  • Aplicações de material anti-corrosivo especial

  • Certas estruturas em construção de prédios

  • Confecção de moedas (em diversos países)

Embora os bronzes de níquel e alumínio formem agora a maior família de ligas de bronze e alumínio em todo o mundo, durante seu desenvolvimento vários países adotaram e fabricaram suas próprias versões. Enquanto os padrões europeus tentaram unificar isso, os principais produtores mundiais - incluindo os EUA, Alemanha, França e Reino Unido - ainda usam seus próprios padrões, principalmente para aplicações aeroespaciais e marítimas militares.

Normas da liga comumente encontradas: BM 630 / C63000 / AMS 4640, BM 955 / C95500 / AMS 4880, BM 280HT / AMS 4590 / AMS 4881.